Agropecuária somente faz sentido nos dias atuais – e justifica sua importância às gerações futuras – se preceitos ancorados no ambiental, no social e na governança forem determinantes das benesses do campo. Sob o prisma ESG, a sociedade cobrará sem trégua o valor da jornada do alimento na sua tomada de decisão.

O setor do agronegócio deve chegar neste ano a um VBP (Valor Bruto da Produção) de R$ 1,1 trilhão, segundo a mais recente estimativa do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento). Mas conjuntos de colhedoras de soja em fila indiana, na paralela ou em forma da letra V, com plantadeiras de milho logo atrás depositando nos sulcos da terra as sementes da segunda safra – cena que enlouquece qualquer norte-americano e europeu, que têm a sina de apenas um plantio por ano, no cálculo de suas geladas naturezas –, já não bastam para justificar a pujança tropical do agronegócio brasileiro.

FONTE:

Fonte: https://forbes.com.br/forbesesg/2021/08/com-olho-no-futuro-agronegocio-se-pauta-cada-vez-mais-pelas-praticas-esg/

Por: Vera Ondei