Geralmente vem após um “acordo de sócios” bem feito, onde as regras estejam claras para assim implantar um planejamento estratégico e o estatuto, visando crescimento da operação e valoração das ações da organização.

Se elege uma equipe qualificada para fazer parte desse conselho e todos se empenham em garantir a estrutura de capital e deliberar decisões estratégicas, sempre monitorando os diretores e protegendo governança corporativa.

Sua empresa ainda não tem um conselho de administração ? [RE]pense

Fonte: https://advocaciacorporativa.com/

Para ler a matéria completa acesse: https://advocaciacorporativa.com/conteudo/