A Disney é a empresa de mídia mais valiosa do ano, com valor de mercado de US$ 32, 6 bilhões, de acordo com o ranking americano Brand Finance divulgado nesta quinta-feira, 15. Ela mantém o posto apesar da queda de 5% no valor da marca desde 2017, compensado pelo investimento em novas tecnologias, parcerias e expansão de suas divisões.

O índice de força de marca obtido pela companhia (Brand Strength Index) foi de 92.3, o que fez a Disney se destacar não apenas entre as empresas de mídia, mas no ranking geral de marcas avaliadas. O estudo Brand Finance Media 25 avaliou 500 marcas.

“A Disney tem uma habilidade única de usar a nostalgia para alavancar memórias de infância de seus consumidores. A revisitação de clássicos da Disney com remakes de live-action também se mostrou muito bem-sucedida nas bilheterias ao redor do mundo”, disse Haigh, CEO of Brand Finance, em comunicado.

Com a compra recente de maior parte das ações da 21st Century Fox, ao valor de US$ 52.4, a Disney tem o potencial de se fortalecer ainda mais ao mirar novas audiências. A aquisição da empresa indiana Star India, a participação de 60% nos negócios da Hulu e os planos de abrir uma nova plataforma de streaming também dão à Disney mais exposição internacional e a chance de estabelecer a marca entre públicos além do infantil.

Entre as 25 maiores marcas de mídia também estão a Fox, em segundo lugar e avaliada em US$17 bilhões, e a NBC, em terceiro, avaliada em US$ 14,8 bilhões. Ao todo, 17 das principais empresas de mídia são americanas e somam 86% do valor total das marcas.

“Os mercados da China e Índia também crescem exponencialmente, e as marcas que entenderem isso vão aproveitar esse boom. Entender esse aspecto é justamente o que faz a Disney se destacar nessa competição”, disse David.

A francesa Canal+ é a empresa que cresce mais rápido no cenário midiático, tendo aumentado seu valor de mercado em 41% no último ano – a empresa hoje vale US$ 2,4 bilhões.

Fonte: www.promoview.com.br