Hoje qualquer ambiente corporativo é composto de pessoas de diversas idades, não é mesmo ? E quando isso traz algum laço de parentesco ou então gerações diferentes, acredite, pode estar começando aí um possível conflito.

Algumas empresas familiares conseguem perceber quais são as peculiaridades das diferentes gerações, outras precisam de ajuda, até mesmo para preservar as relações familiares depois do encerramento do expediente.

Para um fundador ou gestor lidar com essas situações, demanda tempo e nem sempre se consegue os efeitos esperados, o que pode prejudicar o ambiente de trabalho e reduzir a produtividade.

Implantar um processo de gestão estratégica e governança em uma empresa familiar, é a peça-chave para transformar possíveis conflitos em sinergia.

Promover o entendimento dentro da família dos papéis de herdeiros, sucessores, acionistas, sócios, executivos ou prestadores de serviços junto a empresa, além de proteger o patrimônio, preserva as relações familiares, trazendo tranquilidade e visão de perpetuidade do negócio.

Muitas empresas familiares de sucesso já descobriram que alinhar as expectativas familiares e mesclar as gerações, de forma coordenada e estratégica, favorece a criatividade, rendimento e entregas mais qualificadas, facilitando assim a troca de aprendizado e minimizando os conflitos.

[RE] PENSE

Postado em abril 16, 2020

Matéria adaptada do portal: https://advocaciacorporativa.com/

Para ver a matéria na íntegra acesse o link: https://advocaciacorporativa.com/evitar-o-choque-de-gestao-entre-geracoes-em-uma-empresa-familiar/