As empresas familiares representam mais de 80% das empresas brasileiras e correspondem a mais de 70% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional. Porém 70% das empresas fecham após a troca de sucessão familiar e apenas 30% chegam à segunda geração. Os motivos são diversos, a começar pela falta de gestão adequada ao contexto familiar, entendimento entre os sócios, clareza dos papéis e informações para herdeiros, entendimento da relação FAMÍLIA, EMPRESA e PATRIMÔNIO.

Matéria adaptada do portal: https://www.consiglieri.com.br/

Para ler na íntegra acesse: https://www.consiglieri.com.br/gestao-estrategica-e-governanca-para-familias-empresarias/