Além da empresa gaúcha de sistema de gestão, a Locaweb anunciou a aquisição da Pagcerto, plataforma white label de subadquirência e de banking as service. Com os dois acordos, a companhia chega a cinco aquisições em 2021 e a dez operações desde o seu IPO, em fevereiro de 2020.

No fim de março, durante a apresentação dos resultados de 2020, Fernando Cirne, CEO da Locaweb, disse a analistas que a empresa tinha dez conversas avançadas para aquisições. Um mês depois, a companhia começa a concretizar essa agenda.

Locaweb anunciou a aquisição da Bling, companhia gaúcha de sistema de gestão empresarial (ERP) voltada ao segmento de pequenas e médias empresas, com mais de 200 integrações e baseada em um modelo de software como serviço.

Além de marcar a entrada da companhia no segmento de ERP, esse é o acordo de maior fôlego dentro da estratégia agressiva de aquisições que a Locaweb adotou desde o seu IPO, em fevereiro de 2020. A empresa vai desembolsar R$ 524,3 milhões pela Bling. A transação está sujeita ainda a ajustes de dívida líquida e capital de giro.

Segundo o fato relevante, os sócios da Bling terão o direito a receber eventual earnout, a depender do alcance de determinadas metas financeiras apuradas com base na receita operacional líquida da companhia.

Fundada em 2009, em Bento Gonçalves (RS), a Bling vem ampliando o seu portfólio. Desde 2020, os clientes da empresa têm acesso a uma conta digital integrada ao ERP. Para os próximos meses, a empresa programa adicionar mais serviços a esse pacote, como PIX, adquirência e antecipação de recebíveis.

“Além da possibilidade de oferecer a plataforma para os mais de 400 mil clientes da Locaweb, o Bling continuará trabalhando de forma agnóstica, com novas integrações e atendendo as demandas de todo o mercado”, informou a Locaweb.

Como parte da tese adotada pela Locaweb em suas aquisições, Antônio Nodari, fundador da Bling, seguirá como CEO da operação, assim como o time da companhia será mantido.

A dupla destaca que o portfólio da Bling tem mais perspectivas de penetração na base de clientes da Tray, unidade de e-commerce da Locaweb, especialmente entre as empresas que estão sendo adicionadas à carteira da divisão.

Os dois analistas mantêm a recomendação de compra para as ações do grupo e acrescentam que a Locaweb deve seguir entregando fusões e aquisições “poderosas”.

Por: Moacir Drska

Matéria adaptada do portal: https://neofeed.com.br/blog/home/maquina-de-compras-locaweb-paga-r-5243-milhoes-pela-bling-e-entra-no-mercado-de-erp/